O quão sensível o sensor é a luz é medido pelo ISO. Quanto mais sensível à luz o filme ou sensor estiverem, maior será a captação da luz.

Se você estiver em uma condição boa de luz, use um ISO menos, algo como 100 ou 200. Se já há uma condição boa de luz e você estiver em abertura e velocidade adequados o sensor não precisa de uma grande sensibilização. Os pontos de imagem serão menores e bem juntos, tendendo à uma nitidez melhor e elimina ruídos.

Porém, se você estiver em uma condição de luz não tão favorável, à noite, ou em ambiente interno, você precisa aumentar o ISO para 800 ou 1600 por exemplo para tornar o sensor mais sensível. Porém os pontos de imagem acabam se expandido para serem mais sensíveis e poder captar mais luz, podendo causar o que chamamos de ruído ou granulação da imagem.

Um exemplo:

Imagine-se fotografando num teatro com ISO 200.
Você utiliza a abertura máxima da sua objetiva para que entre mais luz, algo como f1.8 ou f2.8.
Você utiliza a velocidade de 1/30 pois uma mais alta certamente faria você tremer.
Provavelmente a condição de luz é desfavorável e mesmo com a maior abertura e mais alta velocidade possível a foto ficará escura.
Nesse caso você precisa aumentar o ISO até onde perceber que a foto não perderá muita qualidade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s